IRFUP avança na regularização do Núcleo Tomé de Souza em Diadema

Após o processo de mobilização e empoderamento dos moradores do Núcleo Tomé de Souza, o Instituto de Regularização Fundiária Urbana e Popular e a TOPSER deram início nos trabalhos para regularizar a área.

Em breve as mais de 80 famílias do Núcleo Habitacional Tomé de Souza em Diadema, poderão ter suas matrículas individuais de seus terrenos, isso porque o Instituto de Regularização Fundiária Urbana e Popular e a TOPSER deram mais um passo regularizar a área de 7.786 metros quadrados, com a conclusão do levantamento topográfico da área. Já foram realizados o pré-cadastro, o cadastro social e o levantamento topográfico do loteamento, o próximo passo será a execução do projeto de regularização fundiária que será protocolado na Prefeitura Municipal de Diadema, colocando as famílias do Tomé de Souza cada vez mais perto do tão sonhado título de propriedade definitiva.

A área foi loteada na década de 1980, quando os moradores membros da Associação de Luta Pela Moradia por Mutirão de Vila Nogueira construíram as primeiras casas no local. Foram mais de 20 anos vivendo sob a insegurança jurídica da posse de seus imóveis, situação que irá mudar em breve.

Nos próximos dias o IRFUP e a TOPSER irão realizar mais uma assembléia com os moradores da área, dessa vez para apresentar os resultados do levantamento topográfico e do cadastro social realizado na área no mês de agosto.